Mensagens do Provedor

EDITORIAL



Provedor Luis Venturinha

Sendo esta a primeira mensagem de 2014, considero importante fazer um breve balanço do ano de 2013, no qual gostaria, em primeira mão, de transmitir os meus mais reconhecidos agradecimentos aos restantes membros da Mesa Administrativa, Órgãos Sociais, Entidades Civis e Militares, Voluntários, Colaboradores e Amigos por todo o apoio e colaboração prestada, pois sem eles não teria sido possível a concretização de todos os projectos e acções em prol da modernização, sustentabilidade, bem-estar e conforto dos utentes, assim como da própria Instituição.

Embora todas as actividades e acções realizadas na Misericórdia sejam importantes e relevantes, mas por ser a maior obra de destaque em curso, não só pela dimensão como pela importância para a população do concelho de Sines, considero pertinente ir dando conhecimento aos leitores sobre a evolução da construção do novo lar “Prats Sénior”. Esta obra, infelizmente, sofreu o revés de ter sido interrompida em Julho de 2013, não se tendo ainda reiniciado por motivo de alterações para a transformação do Lar de 59 para 82 camas, estando os respectivos concursos e candidaturas a decorrer, prevendo-se o seu arranque no próximo mês de Março.

A par de tudo isto, o ano de 2013 ficou também marcado por uma forte dinamização da Misericórdia que todos os dias enceta esforços para melhorar o seu trabalho diário de assistência aos cerca de 500 utentes. Os 200 funcionários nem sempre são suficientes para satisfazer todas as necessidades, embora seja com orgulho que destacamos a mais-valia que o voluntariado e estagiários representam no apoio aos utentes e à Instituição, pois as verbas de que dispomos não chegam para implantar todas as medidas que gostaríamos e que achamos necessárias para o bem- estar e conforto dos utentes.

2013 ficou marcado também por diversas iniciativas e actividades sociais, de lazer, lúdicas e culturais, internas e externas, em parceria com outras Instituições e organismos vizinhos. Apoiámos muita população necessitada dos nossos serviços e, como somos ambiciosos, continuamos a querer ser todos os dias melhores naquilo que fazemos. Quem quiser e tiver disponibilidade, boa-fé e vontade para nos ajudar nesta missão, será bem recebido.

Não se avizinha um 2014 fácil. Temos muito trabalho pela frente e há exigências legais, sociais e humanas que queremos cumprir. Relativamente a tentarmos o equilíbrio orçamental, não temos dúvidas que não teremos um ano fácil, mas é nosso grande objectivo sermos capazes de fazer mais com menos.

Termino esta minha mensagem pedindo que tenham fé e que, ao longo de 2014, todos tenhamos presente que o mundo não se reduz a números e à crise. O mundo é feito sobretudo de seres humanos, alguns deles sem família e a necessitar de apoio. E neste campo tem de existir quem tome conta deles, sem excepção. Tem de existir quem tenha uma porta aberta para crianças, jovens, adultos e idosos. Nós, Santa Casa, temos esta porta aberta e consideramos, por isso, que somos um valor acrescentado para Sines a nível social e que para podermos ajudar também necessitamos de ser ajudados.

Um grande Bem-Haja.


Votos de um excelente e Misericordioso 2014



O Provedor

Luís Venturinha de Vilhena


Sines, 20 de Janeiro de 2014.


Outras mensagens [+]

Topo ^

*/