Mensagens do Provedor

Apostamos no Futuro


Provedor Luis Venturinha No passado dia 6 de Janeiro de 2010, o Reverendíssimo Bispo de Beja, D. António Vitalino Dantas, deu posse aos novos Órgãos Sociais da Santa Casa da Misericórdia de Sines, cerimónia realizada na Igreja Matriz da nossa cidade. Este acto, apesar das formalidades inerentes, decorreu dentro do clima de nostalgia e emoção de quem sai, e de vontade e confiança de quem entra.

Ao iniciar as minhas funções quero deixar uma mensagem de esperança para todos.

Hoje, dia 07, foi o meu primeiro dia como Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Sines, embora já tenha 12 anos de Misericórdia e 9 como Vice-Provedor. Não posso deixar de sentir um certo constrangimento por suceder a um amigo de escola que ocupou este cargo durante 18 anos e, ao mesmo tempo, manifestar a vontade de dar seguimento à obra que ele tão abnegadamente geriu.

Tenho consciência da complexidade das responsabilidades assumidas, não só pela dimensão da Misericórdia, mas também pela quantidade e diversidade de valências, e muito especialmente pelo elevado número de pessoas que dela dependem. Neste último caso, nunca é demais realçar que infelizmente, e olhando ao tipo de Instituição que é, a grande maioria das pessoas são carenciadas exigindo um empenho e dedicação especial, que só a qualificação, formação e abnegação dos funcionários da Misericórdia conseguirão proporcionar.

Foram estes pressupostos que nos levaram a um cuidado acrescido na escolha dos membros da Mesa Administrativa e Restantes Órgãos Sociais. Quisemos conjugar a qualidade humana e as boas relações interpessoais, com a experiência e competência exigidas para a gestão da Misericórdia, apostando em fazer o melhor em prol da Instituição, dos seus colaboradores e utentes.

É com um espírito gerador de envolvências, criador de motivações e animado por uma forte vontade e determinação, que pretendemos trazer valor acrescentado a este grande colectivo que é a Santa Casa da Misericórdia. Acreditamos na nossa imaginação e capacidades para arranjar as soluções adequadas, embora não possamos menosprezar as condições, cada vez mais exigentes e exíguas, que se vão evidenciando na realidade da política nacional.

Nas vastas problemáticas com que nos deparamos temos de estabelecer hierarquias e, como tal, priorizámos para o decurso deste mandato alguns aspectos que consideramos da maior relevância: aprofundar as relações com as famílias, qualificar a assistência prestada aos utentes, melhorar a vigilância e tornar mais eficaz a comunicação. Proporcionar uma alimentação mais adequada, reforçar a qualidade dos produtos e consumíveis, bem como dos equipamentos de apoio. Estabelecer um tipo de acompanhamento social e espiritual mais sustentado e baseado numa dinâmica de voluntariado e acompanhamento familiar.

No que respeita aos nossos serviços, apostar numa reorganização assente na descentralização, responsabilização e formação que nos possa conduzir a uma prestação de excelência, objectivo último da missão a que nos propusemos e cujas esperanças sobre nós recaem.


Que Deus nos ilumine e ajude!



O Provedor

Luís Venturinha de Vilhena


Sines, 07 de Janeiro de 2010.


Outras mensagens [+]

Topo ^

*/